domingo, 9 de outubro de 2011

As Aventuras de Tom Bombadil – J. R. R. Tolkien

"As Aventuras de Tom Bombadil" é uma coletânea de poemas, que tratam não só de algumas aventuras do bom camarada de jaqueta azul e bota amarelada, mas também de assuntos diversos. Sua autoria é variável, estando presentes, por exemplo, poemas de Bilbo e de Sam Gangi.

Tendo em vista que “a poesia é aquilo que se perde na tradução”, o livro é divido em três partes: duas traduções para o português e o original em inglês.

A primeira tradução, de William Lagos, foi feita em versos não rimados e de métrica irregular, sendo uma tradução mais literal, mais fiel ao significado original.

A segunda tradução, de Ronald Kyrmse, foi feita de modo a conferir um caráter melódico aos poemas (usando, para isso, rimas e métrica) – uma característica presente no original –, mas cujo significado não é muito fiel.

Para ilustrar as diferenças, seguem os dois primeiros versos do primeiro poema, na seguinte ordem: original; tradução de William Lagos; tradução de Ronald Kyrmse.

Old Tom Bombadil was a merry fellow;
bright blue his jacket was and his boots were yellow (…)

O velho Tom Bombadil era um sujeito alegre:
sua casaca azul brilhante e suas botas amarelas (...)

Bom Tom Bombadil era alegre, já se nota;
azul-claro o paletó, amarela a bota (...)

Dessa forma, o livro não tem uma ordem fixa de leitura, cabendo ao leitor determinar qual a forma que julga mais adequada – se em sequência, se confrontando com o original (eu decidi confrontar as três versões, lendo um poema por vez na seguinte ordem: tradução de Ronald Kyrmse, tradução de William Lagos, original).

"As Aventuras de Tom Bombadil" é um livro interessante para quem se encantou com o fantástico mundo criado por Tolkien e quer conhecer (e se divertir com) um pouco mais de suas histórias e anedotas, bem como um item imprescindível para os fãs declarados do autor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não esqueça de comentar! Adoro saber sua opinião! :)
Todos os comentários são respondidos e visitas retribuídas.
Não é necessário escrever: visite meu blog *link do blog* - na verdade, isso desestimula a minha visita.
Obrigada e volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...