quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Mentes Brilhantes – Alberto Dell'isola

Ou como prometer muito e cumprir pouco.

Sim, confesso que já comecei o livro com o meu velho preconceito.

Mas como um livro com uma capa dessas pode não despertar um certo receio?

(Transcrevo, caso não dê pra ler tudo na imagem:
MENTES BRILHANTES
Como desenvolver todo o potencial do seu cérebro
- Criatividade - Leitura dinâmica - Memorização
- Ideias inovadoras - Decisões acertadas
- Raciocínio rápido - Aprenda idiomas em tempo recorde
- Grave em minutos o que antes levava horas
Steve Jobs, Beethoven, Da Vinci, Voltaire, Michelangelo, Pascal, Descartes, Bach, Darwin, Portinari, Niemeyer...
Saiba qual o segredo das pessoas criativas e o que você pode fazer para desenvolver essa habilidade.)

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

@mor – Daniel Glattauer

É uma verdade universalmente conhecida que errar é humano.

Emmi Rothner erra, não uma, nem duas, mas três vezes o destinatário de seu e-mail. Cansado de receber pedidos de cancelamento da assinatura da revista Like, Leo Leike comunica o erro à Emma, que prontamente se desculpa.

Só que ela não para por aí. Meses depois, erra novamente, aparecendo na caixa de entrada de Leo na - nada mais, nada menos - forma de um e-mail coletivo. Super agradável, não?

Cara Emmi Rothner,
nós mal nos conhecemos ou não nos conhecemos absolutamente. Contudo, agradeço pelo seu afetuoso e muitíssimo original e-mail coletivo! É preciso que a senhora saiba: eu amo e-mails coletivos, enviados a um coletivo ao qual eu não pertenço.
Sds, Leo Leike

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

A Metamorfose – Franz Kafka

Certa manhã, depois de despertar de sonhos conturbados, Gregor Samsa encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso. Estava deitado de costas sobre a própria couraça, e ao erguer um pouco a cabeça enxergou seu ventre marrom, acentuadamente abaulado, com profundas saliências arqueadas, sobre o qual o cobertor, quase escorregando, estava prestes a cair. Suas muitas pernas, terrivelmente finas em comparação à largura do corpo, agitavam-se desamparadas diante de seus olhos.

Quais seriam suas primeiras preocupações se você acordasse transformado num inseto gigante? As de Gregor foram como conseguir sair de baixo do cobertor a tempo de pegar o trem pro trabalho. Pois é. Um tanto quanto tragicômico, né? Só que não é bem assim. 

Esse "ar" inicial não chega nem perto do que Kafka consegue com A Metamorfose. Não é à toa que este é um dos livros mais aclamados por aí (e não só por intelectualóides e filósofos de mesa de bar) e se tornou um clássico para todos os tempos - que provavelmente será lido enquanto existirem pessoas na Terra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...