terça-feira, 6 de novembro de 2012

Ler com olhos livres


Já diz o Aurélio: 
Preconceito: 1. Ideia preconcebida. 2. Suspeita, intolerância, aversão a outras raças, credos, religiões, etc.
Taí um assunto polêmico. Quando o tema é literatura, os ânimos também se exaltam - mesmo que, em se tratando de artes em geral, a coisa não seja nem tão velada, nem tão trágica assim.

Mas é chata.

Até porque não estou falando de preferência, mas de preconceito mesmo. Quando há intolerância, suspeita, aversão e etc. Quando alguém não quer simplesmente decidir o que quer ler ou não, mas quer ditar o que os outros devem ler. Quando se torce o nariz pra tudo que não é literatura de verdade. E quando se torce o nariz pra tudo que é do século passado.

Antes que alguém grite: HIPÓCRITA!!, Eu sei que eu já falei aqui que também tenho um certo preconceito, só que não dou palpite na escolha alheia. Se alguém quer ler Cinquenta Tons de Cinza na fila do ônibus, eu não tenho nada a ver com isso (ainda que eu não tenha conseguido chegar no segundo parágrafo do primeiro capítulo quando a Intrínseca divulgou no twitter - antes de eu saber do que se tratava, e é, eu não teria nem aberto a página do tal primeiro capítulo se soubesse).

Sendo assim, pra dizer a verdade, nem tenho realmente um preconceito, já que acabo lendo quase tudo que "cai" na minha mão (como comentei com a Cinthia), o que não sei se é uma atitude muito inteligente, já que quase sempre eu acabo reclamando depois.


Mas também acabo me surpreendendo. Ah, quantas vezes eu não dava nada por algo só pra descobrir depois que esse algo era surpreendente MESMO! E isso é muito bom.

Então, sim, acho que essa é uma atitude inteligente.


2 comentários:

  1. Concordo!
    Preconceito todo mundo tem, é questao de administra-lo com bom senso, e fazer um check-up periódico, neh? haha  :p

    a boa razão de ler "sabendo que vai reclamar" é justamente essa chance do "cuspir p/ cima e cair na própria testa" (aff. hahaha) Acho que a contradição de não gostar de/querer alguma coisa é o que torna o "descobrimento" dessa coisa algo tao interessante!

    (Quantas aspas. E, mano, que frase foi aquela? huahua, foi mal, deve ser efeito de fim de semestre :p)

    ResponderExcluir
  2. Hahahaha! To rindo muito aqui! Já pensou em fazer um blog, Cinthia? rs

    Uhum! Falou tudo! haha
    Né? Eu sou a rainha de Engolir As Próprias Palavras. Além da de Eu Sabia Que Isso Não Ia Prestar. Vida difícil essa, de conciliar dois reinados - não recomendo, não :P

    (nem me lembra - ainda bem que não tenho mais esse "problema"...)

    ResponderExcluir

Não esqueça de comentar! Adoro saber sua opinião! :)
Todos os comentários são respondidos e visitas retribuídas.
Não é necessário escrever: visite meu blog *link do blog* - na verdade, isso desestimula a minha visita.
Obrigada e volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...